31 de agosto de 2016
servos da terra

Typic (2)“Sentido há em viver com liberdade, espaço que, para ser mantido, a todo custo, há de ser conquistado. Quer alegre ou triste, em paz, contudo, hás que te manter. Mais que existir, é viver. Liberdade interior é fruto da paz, a que se faz necessária porque propicia unidade e integra. Em qualquer situação, assim hás que te manter. Da verdade não querer saber é princípio básico para começar a se perder. Mesmo para o que de imediato não se consegue compreender, aberto e claro, o entendimento há que se manter. Em tudo, reside uma razão de ser. Embora fruto de dissabor, pode-se fazer a dor se abrir ao amor. Em ares de grande alegria, podem transitar os que vivem à revelia. A razão de ser das razões nem sempre tem razão de ser. Mesmo em desertos, há de se guardar consigo esta lição: mesmo de tudo o que não se pode ter, uma lição se pode obter. Nada é em vão. Mesmo a grande desolação pela qual venhas a sofrer traz consigo uma lição da qual és carente de aprender. Vive, portanto, o sentido; pois sem sentido não faz sentido viver. A forma como encaras o (in)sucesso poderá te levar à superação ou fixação do que tiver te marcado.” (Pe. Airton)

31 de agosto de 2016
servos da terra

30 de agosto de 2016
servos da terra

IMG_0352“O Senhor é minha rocha, é minha cidadela. Sendo Ele tua rocha, há de ser aquilo sem o que não poderás ficar ou estar. Se assim o for, a quem temerás? Vou repetir: o que é básico, o que é fundamental, o que é prioritário é aquilo sem o que não se pode viver. A isso chamamos de ponto nodal, central, que precisas descobrir. A partir daí, sólido edifício poderás construir. Que em todas as tuas demandas Ele possa estar. Esse é o ponto, essa a questão que tu te farás: ‘Em que está assentado, em que está fundamentado, o que me faz viver?’. E sabes tu que tantas são as áreas que precisam deixar-se trabalhar… O alicerce de tua construção, qualquer que tenha sido a construção que tenhas feito, é a área, por excelência, que precisas trabalhar. Do contrário, não resistirá. Desculpa-me, se tantas perguntas te faço. Insisto, todavia, que rezes neste momento em que estás, agora. É de estrutura que estamos cuidando. Por isso, insisto: onde existe o fundamental em que tua verdade se encerra? O que é que te fundamenta? O que te faz viver? Não sejas precipitado dizendo de imediato: ‘É Deus quem me faz viver. Pois, embora Ele sendo, para ti, poderá não ser’. Minha irmã serva, meu irmão servo, se tomares por tua rocha o Senhor nosso Deus, em qualquer situação, encontrarás nEle apoio. É importante que saibas poder contar com Ele em qualquer situação em que possas te encontrar.” (Pe. Airton)

Páginas: 12345... 19»

Multimídia Terra


Fatal error: Call to undefined function pg_connect() in /home/funda153/public_html/blog/wp-content/themes/terra_antigo/sidebar.php on line 96