10 de agosto de 2014
servos da terra

TypicParticipação na (pater)nidade de Deus,

Trazes em teu ser, contigo!

Requere-se que sejas para os teus,

O real confidente, o verdadeiro amigo.

Pai, quem de ti não se lembra

Pelo que foste ou pelo que terias sido!

Pai, de tão marcante presença.

Pai, de ausências tão sentidas!

Revejo-te, então, no tempo desse “depois”

De tudo o que os anos trazem consigo:

O quanto poderíamos ter sido nós dois

Em tudo o quanto foi vivido ou restou por ser ainda dito!

Feliz dia dos Pais,

Em paz!

Feliz hoje, atual presente.

Feliz sejas tu, meu pai.

Mesmo se ausente, és presente!

Feliz!

Pe. Airton Freire

  • Categorias
    Poesias
  • Palavras-chave

Multimídia Terra


Fatal error: Call to undefined function pg_connect() in /home/funda153/public_html/blog/wp-content/themes/terra_antigo/sidebar.php on line 96