12 de outubro de 2017
servos da terra

Ó incomparável mãe Nossa Senhora da Conceição Aparecida,
Mãe de Deus, Rainha dos Anjos, Advogada dos pecadores,
Refúgio e consolação dos aflitos e atribulados…
Nossa Senhora Aparecida,
cheia de poder e de bondade,
lançai sobre nós um olhar favorável,
para que sejamos socorridos por Vós,
em todas as necessidades em que nos acharmos.

E de modo particular hoje, faço meu pedido (diga agora sua intenção)

Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil
Livrai-nos de tudo o que possa ofender-Vos
e ao Vosso Santíssimo Filho Jesus.
Nossa Senhora Aparecida, preservai-nos de todos os perigos da alma e do corpo,
Dirigi-nos em todos os assuntos espirituais e temporais,
Livrai-nos da tentação do demônio,
Para que, trilhando o caminho da virtude,
Possamos um dia ver-Vos e amar-Vos
na eterna glória.

Nossa Senhora Aparecida rogai por nós.
Nossa Senhora Aparecida intercedei por nós.
Nossa Senhora Aparecida fazei-nos dignos das promessas do Teu Filho.
Amém.

22 de setembro de 2017
servos da terra

“Se a Virgem Maria soubesse por antecipação as coisas que iriam lhe acontecer, no momento da Encarnação, certamente não poderia suportar. Se em algum momento da tua vida viesses a saber as coisas que iriam contigo se passar, com certeza nem poderias acreditar, tampouco poderias suportar. É na possibilidade do encontro de duas vontades, a do teu Senhor e a tua própria vontade, que algo de grandioso poderá acontecer. Nem tudo o que ainda poderia ter sido já se fez. Muito ainda resta por se fazer e se muitos fizeram muito por muitos e pela humanidade, tu poderás ser um deles e o teu tempo poderá vir a acontecer. É tão só preciso que tu te coloques no nível de disponibilidade para que o Senhor possa dispor de ti segundo a Sua vontade e, se a Sua vontade em ti vier acontecer, algo de bonito, grande, glorioso, para ti e para muitos poderemos ver. Considera que o Senhor é teu Pastor e nada te faltará (cf. Sl 22/23,1). Que o Senhor te conceda a graça até de esperar o momento oportuno em que sua graça se revelará; que o Senhor te conceda a graça de enxergar o que neste momento não estejas vendo, o que esteja se passando por ti e não estejas percebendo. Que o Senhor te conceda a graça de entender aquilo pelo qual possas viver, aquilo pelo qual possas morrer, sofrer e chorar. Que em torno de ti não se faça escuridão, que teus olhos estejam abertos a sua ação.” (Pe. Airton)

19 de junho de 2017
servos da terra

Mãe Santíssima,
Como foste com João Evangelista para a sua casa, entra em nossas moradas também.
Transforma essa realidade tantas vezes dada em água no melhor da festa, no melhor momento, quando nada mais de esperança em nós resta.
Dá-nos a alegria de não sermos decepcionados.
Acompanha-nos nessa caminhada como acompanhaste a de vosso Filho Jesus.
Ensina-nos a falar quando precisar, a nos calar quando se fizer necessário, a guardar no coração as palavras que nem sempre entendemos.
Permite-nos ficar com os discípulos de Jesus até que venha o consolador, o paráclito, o revelador, e do pleno amor nós, então, viveremos. Nada mais perguntaremos acerca do que nos tempos de agora vivemos e sofremos; mas, porque no devido momento nos será revelado a razão pela qual nós viemos ao mundo, razão de sermos e vivermos no que se tornou-se comum chamar vale de lágrimas.
Dá-nos a alegria do encanto do primeiro encontro.
Dá-nos uma razão para viver, chorar, sorrir e até morrer.
Dá-nos ir com Jesus até o fim, até a cruz, porque se com Ele vivermos, com Ele reinaremos; se com Ele morrermos, com Ele também ressuscitaremos.
Por isso, dizemos, Mãe da Divina Graça, fica conosco, antecipa a hora da graça como foi antecipada em Caná, e dá-nos conhecer e fazer tudo o que o vosso Filho Jesus nos ensinar.
Louvado seja o nosso Senhor Jesus Cristo.
(Pe. Airton Freire)

Páginas: 12345... 14»

Multimídia Terra


Fatal error: Call to undefined function pg_connect() in /home/funda153/public_html/blog/wp-content/themes/terra_antigo/sidebar.php on line 96